sábado, 30 de janeiro de 2010

Ragnarok DS: Novo Gameplay (NDS)


Em comentários próprios sobre o título no fórum NDS Brasil: 

Sempre me lembro de fatos engraçados para o lançamento ocidental deste título, como a probabilidade que ele tinha de NÃO vir com o modo online, onde, sinceramente não ajudava em nada pra mim em termos de expectativa – já baixas; depois de ler o tópico e ver que as cartas terão seu poder 4x maior, é meio desanimador, acredito que qualquer profissão se tornará extremamente forte, a não ser é claro, que os desafios do jogo se adaptem ao seu nível (o que acho improvável).

Não estou mesmo animado com esse lançamento, é um port, com funções via touch, multiplayer online limitado (max de 3) e aparentemente nenhum esforço grande o bastante pra destacar o título, o que é uma pena, pois RO nos servers mais atuais estão pra lá de atualizados, e aqui, o que vemos é um retrocesso de pouco conteúdo exclusivo.

&

É, de fato, é bem pior que um port. Não digo isso em relação ao multiplayer, pois o DS seria incapaz de aguentar (OMGSRSLY!?). Nada contra a inclusão das novas classes, que nem sequer possuem evolução (só uma citação), mas, o jogo no DS merecia um cuidado maior, um conteúdo maior, e um foco melhor no multiplayer, além da possibilidade ao menos de uma party online formada por 4 integrantes. Duvido muito que estejam interessados no enredo deste jogo.

Irei testá-lo quando possível, eu larguei o online justamente pelo vício incontrolável (6 meses pagando o BRO e sempre com créditos de 1 mês), e o que me animava nesta edição era justamente a possibilidade de vivenciar a época que eu passei no servidor brasileiro, que pra mim foi muito superior aos private.
@Fórum Nintendo DS Brasil (User Fido).

5 Comentários:

Pilyw disse...

Se fosse para ver RO como um RPG de verdade, com desenvolvimento de história e tals, seria melhor uma versão para PC mesmo, com direito a conectividade com os servers online, mas assim como aquele anime que fizeram a alguns anos atrás, o jogo deve ter sido feito só para divulgar ainda mais a versão online...

CitanMK disse...

Imagino que o problema seja mais em relação a quem não se informou sobre o jogo antes, ficando com expectativas surreais, esperando algo totalmente diferente.

O jogo é uma experiência própria (diferenciada) dentro do tema de Ragnarok Online, sem ser um espelho daquele de PC, que nem teria como. Só de saber que é bem mais focado no single player, bem mais linear e tudo mais, já da pra ter uma idéia do que esperar.

Até tenho curiosidade em ver o resultado disso, mas com um certo desinteresse no jogo em si.

Hazuki disse...

Eu acho que junto do título há um grande desperdício, por exemplo, a história do manhwa – que deu origem ao jogo online – é bem legal, tão quanto seus personagens, e o DS poderia ter recebido um título com este enredo, de gráficos diferenciados. Acho que seria mais válido do que (como o pils disse mais acima) mais essa amostra de "divulgação do online"...

Sei que não posso comparar muito com a versão do PC, ainda mais pela incapacidade do portátil no quesito onde eu gostaria que o jogo também se destacasse, que é o multiplayer (tipo o visto em PSZ); o single não me empolga mesmo, e quando eu fizer um test drive, será mais voltado aos amigos na torre aleatória de 50 andares.

Mas a vida é cheia de surpresas, quem sabe este título não seja uma delas?! :guess:

Hazuki disse...

Aliás, se pararmos pra analisar este trailer, ele não ajuda muito em outra concepção a não ser: "Versão de bolso do fenômeno online! xD

Pilyw disse...

Realmente, o jogo poderia ter se utilizado da história do manhwa, que infelizmente parou no volume 20 justamente pq o autor está se dedicando 100% ao jogo online, e a única coisa que o MMO teve do manhwa foram as licalizações (se bem que isso tb nem foi feito direito, já que a primeira dungeon vista no manhwa não está presente no jogo)...

Na minha opinião, a história é meio cliche, tu encontra uma menina no meio da floresta, depois de várias reviravoltas, tu se ve ajudando ela (Zelda?), mas diferente doq o Haz disse, eu iria preferir jogar o MMO mesmo, pois além de ser Online de verdade, não tem como compar partys com mais 2 pessoas e partys com outras 15 pessoas...

Mas de qualquer jeito, pode ser que existam pessoas que acabem gostando do jogo... E bem que a Gravity poderia aproveitar essas classes exclusivas no original...